Polí­tica

Foto: Divulgação

O ex-governador Siqueira Campos (DEM) demonstrou por meio de vídeo gravado neste último sábado, estar se recuperando bem da cirurgia à qual foi submetido na última sexta-feira, 7 de setembro, em São Paulo.

Siqueira foi submetido a uma cirurgia por via robótica que durou 5 horas e os médicos retiraram todo o intestino grosso (Cólon), local que estavam vários pontos de sangramento (divertículos).

Segundo nota da equipe médica o ex-governador estava com o quadro de “sangramento intenso, grave e continuo”.

Logo após a cirurgia, ele foi encaminhado para UTI para cuidados imediatos devido ao grande porte da cirurgia e idade avançada, segundo informa a nota da equipe médica chefiada pelo Prof. Dr. Carlos Eduardo Domene.

Recado aos Tocantinenses

No vídeo o ex-governador mandou um recado aos tocantinenses. “Amigas e amigos tocantinenses eu estou ainda no leito, estou saindo. A cirurgia foi uma maravilha. Eu agora estou pronto para recomeçar esta luta de cuidar de vocês. Seja em que plano for, vocês vão contar sempre comigo. Sabe porquê? porque eu contei sempre com vocês. E Deus abençoou a nossa união. Graças a Deus nós estamos unidos lutando pelo nosso Estado. E eu peço a Deus que derrame suas bênçãos a vocês todos aos filhos de vocês e em breve eu chego aí e nós vamos nos ver. Será uma alegria. Fiquem com Deus”, concluiu.

Por meio de nota divulgada no final da manhã de sábado, a assessoria do ex-governador afirma que a equipe médica considera como “muito boa” sua recuperação, entretanto, a alta definitiva não foi estimada pelos médicos.

Entenda

O ex-governador Siqueira Campos, que completou 90 anos no último dia 1º de agosto, está internado desde o dia 28 de agosto quando foi atendido em Palmas/TO com sangramento intestinal. Ele foi submetido a uma colonoscopia que apontou o rompimento de divertículos no cólon.

Diante do quadro considerado delicado, o ex-governador foi transferido de Palmas para São Paulo por uma por UTI aérea na madrugada do dia 1º de setembro.

O deputado estadual e candidato à reeleição Eduardo Siqueira Campos acompanha o pai