Polí­tica

Foto: Divulgação Ex-governador está em tratamento no estado de São Paulo Ex-governador está em tratamento no estado de São Paulo

O ex-governador Siqueira Campos (DEM) será submetido a uma cirurgia nos próximos dias. A informação foi confirmada pela assessoria de comunicação do ex-governador que disse ainda que o procedimento deverá ser realizado nos próximos dois dias.

De acordo com a nota divulgada há pouco, a equipe médica comandada pela gastroenterologista Paula Volpe decidiu realizar a cirurgia para retirada dos divertículos, em virtude da possibilidade de ocorrerem novos sangramentos. O ex-governador foi internado há uma semana em razão de uma hemorragia intestinal.

Os preparativos para o procedimento cirúrgico já se iniciaram. A cirurgia será realizada por meio robótico, que aumenta muito a precisão do procedimento, tornando-se o menos invasivo possível.

Ainda de acordo com a assessoria de comunicação do político, Siqueira está consciente e tem reagido bem ao tratamento que tem sido realizado até agora por meio de medicamentos, não necessitando mais de transfusão de sangue.

Siqueira Campos foi internado em um hospital particular em Palmas no último dia 28 de agosto. A equipe médica identificou um sangramento no intestino e exames de colonoscopia identificaram o rompimento de um divertículo no cólon intestinal. Ainda no dia 30 Siqueira foi transferido para uma UTI para evitar infecções e no último sábado, 31, foi levado para São Paulo onde está se tratando.

Confira a nota na íntegra.

Nesta segunda-feira, 3 de setembro de 2018, a equipe médica comandada pela Paula Volpe decidiu que o ex-governador Siqueira Campos será submetido a uma cirurgia para retirada dos divertículos, em virtude da possibilidade de ocorrerem novos sangramentos.

Siqueira Campos encontra-se internado em um hospital em São Paulo e deve ser transferido da UTI para um apartamento ainda nesta segunda-feira. Os preparativos para a cirurgia já se iniciaram e a mesma deve ocorrer em até dois dias.

O procedimento adotado será por meio robótico, visando ser o menos invasivo possível.

Siqueira Campos tem reagido bem ao tratamento via medicamentos e não necessitou mais de transfusão de sangue. O ex-governador está consciente e a decisão da realização da cirurgia visa a evitar que a situação ocorrida no início da semana passada volte a acontecer.

Tanto a realização da cirurgia e todo o processo de recuperação do ex-governador serão informados à imprensa e à população tocantinense, a quem Siqueira Campos faz questão de agradecer todas as manifestações de apoio por sua plena recuperação.