Polí­tica

Foto: Divulgação

Em ato que reuniu a militância do PCdoB do Tocantins na noite deste domingo, 9, em Palmas, o partido declarou apoio à candidatura de Irajá Abreu (PSD) ao Senado. “Somos um partido da unidade, estamos fazendo aqui um movimento por candidaturas progressistas”, certificou o presidente do PCdoB e candidato a deputado estadual, Nésio Fernandes.

Nésio afirmou, também, que a união de forças partidárias não se dá por questões eleitoreiras, mas que Irajá e sua mãe, a senadora Kátia Abreu (PDT), foram dois personagens importantes contra o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff e dizem ser contra a reforma da previdência. Portanto, compartilha de posicionamentos defendidos pelo PCdoB no Tocantins e no Brasil.

“A senadora representa uma figura central para o desenvolvimento do país. Ela possui um horizonte mais amplo, consegue polarizar vários ideais para uma mesma causa”, assegurou. Ainda em seu discurso, Nésio conferiu que se Irajá for eleito, será o senador mais jovem da história do Brasil e representará a juventude no Congresso.

Irajá Abreu, em sua fala, não deixou de ressaltar o que havia sido mencionado até o momento no encontro. Sua atuação como parlamentar contra o impeachment, além de atuar em oposição ao governo Michel Temer (MDB). O candidato ao Senado declarou que o partido tem um nome forte para estas eleições ao se referir ao presidente da sigla. “Eu queria me inserir dentro deste projeto porque acredito em você, no seu serviço prestado na Saúde de Palmas e que vai ter uma atuação exemplar na Assembleia Legislativa”, disse Irajá.

O candidato ainda contou um pouco de sua história e de sua militância no Estado. “Minha história como tocantinense foi de muito trabalho e conquista. Ela foi escrita dentro do Tocantins por dois mandados de deputado federal. Em oito anos, vocês me permitiram trabalhar perto dos municípios do meu Estado, onde destinei recursos para 106 cidades”, garantiu.

Participaram do encontro a vice-presidente do partido e candidata a suplente ao Senado na chapa de Paulo Mourão (PT), Germana Pires, o vice-presidente Nacional da União de Negros pela Igualdade (Unegro), Edson França, a candidata a deputada federal Raniele Araujo e o candidato a estadual, Elpídio Naves.

Por: Redação

Tags: Eleições 2018, Nésio Fernandes, PCdoB