Polí­tica

Foto: Divulgação

No dia 7 de outubro, domingo, além da votação normal para a escolha de deputado estadual, deputado federal, dois senadores, governador e presidente da República, os eleitores de Fortaleza do Tabocão terão outro importante compromisso. Após aprovação do Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins  (TRE-TO), durante o 1º turno do processo eleitoral, também será realizado um plebiscito para que a população decida sobre a mudança do nome do município, por meio de votação na urna eletrônica.

Após votar nos candidatos para as Eleições Gerais, o eleitor da cidade deverá aguardar para participar da escolha. As urnas serão configuradas com a referida pergunta: “Você é a favor da alteração no nome da cidade de Fortaleza do Tabocão para Tabocão?" O eleitor deverá marcar sim ou não e confirmar sua escolha.

Localizada a 164 km da capital do Estado, Palmas, a cidade compõe a 6ª zona eleitoral de Guaraí e está localizada às margens da BR 153. Todos os 2.720 eleitores aptos deverão comparecer às urnas para fazer a escolha, no horário normal de votação, das 8 às 17 horas.

O voto será obrigatório para os maiores de 18 anos e facultativo para os analfabetos, os maiores de 70 anos e maiores de 16 anos e menores de 18 anos.

O TRE-TO tem até o dia 12 de outubro para proclamar o resultado definitivo da consulta plebiscitária. Demais informações sobre o processo de escolha estão normatizadas por meio da Resolução nº 419, de 22 de junho de 2018. 

O pedido de consulta popular foi realizado através de requerimento formulado pela Assembleia Legislativa e pelo município de Fortaleza do Tabocão. O relator do processo no TRE-TO foi o juiz federal Adelmar Aires Pimenta da Silva, que deferiu a realização do plebiscito durante a sessão plenária realizada no dia 22 de maio deste ano.