Conexão Tocantins - O Brasil que se encontra aqui é visto pelo mundo
Esporte

Foto: Philipe Bastos

Depois de 14 dias intensos, o Tocantins encerra sua participação nos Jogos Escolares da Juventude 2018. Foram disputas acirradas nas pistas, quadras, arenas, tatames e piscinas de Natal, capital do Rio Grande do Norte, local escolhido para a maior competição interescolar do Brasil que, neste ano, ficou ainda maior devido às mudanças promovidas pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB), organizador do evento.

O mais novo Estado brasileiro contou com uma delegação de cerca de 130 participantes, entre atletas e comissão técnica. Durante as duas semanas em que esteve representado em Natal, o Tocantins fez bonito e leva na bagagem cinco medalhas – três de bronze e duas de prata. Em um universo de mais de 5 mil alunos/atletas de todo o País, além de uma delegação convidada, do Japão, as medalhas, junto com as boas colocações em modalidades como o lançamento de dardo masculino, são ainda mais significativas.

A primeira medalha, de prata, veio logo no primeiro dia de competição na pista de Ciclismo, com Yana Camargo, na prova Contrarrelógio. A atleta do Colégio Estadual Bernardo Sayão, de Gurupi, ainda subiria ao pódio outras duas vezes, para pegar mais uma medalha de prata, na prova Por Pontos, e uma de bronze na Prova de Estrada. “Sair de uma competição como essa com três medalhas é muito gratificante. Espero manter meu ritmo de treinos e sempre buscar bons resultados no esporte”, completou.

Na sequência, já com o segundo bloco de modalidades da competição, a medalha de bronze foi para o peito de Moisés dos Santos Brito, aluno da Escola Estadual Ana Amorim, de Pedro Afonso. Na final do Salto em Altura, na pista de Atletismo da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), o tocantinense saltou 1,76m e deixou para trás quase todos os adversários, conquistando o bronze.

“Estou muito feliz com esta medalha, pois representa todo o meu esforço e dos meus professores. Por isso agradeço a todos por poder estar aqui e levar essa medalha para o Tocantins”, disse.

Já no Badminton, a conquista veio no torneio de dupla masculina, 12 a 14 anos. A equipe formada por Thiago Barbosa Lima e Rodrigo Batista Gomes, da Escola Estadual Carmênia Matos Maia, de Porto Nacional, bateu a dupla de Mato Grosso na disputa do bronze e ficou na terceira colocação da modalidade. Para os atletas, o bronze significa uma grande vitória.

“A competição foi muito difícil para a gente. Nós batalhamos muito para estar aqui, foi muito complicado passarmos das quartas de final para a semifinal. Infelizmente não conseguimos chegar à final, mas disputamos para ganhar o bronze. Missão cumprida”, celebrou Thiago.

Superação de etapas

A conquista de medalhas nos Jogos Escolares da Juventude é a consagração dos atletas que já vêm superando adversários desde as etapas que compõem os Jogos Estudantis do Tocantins (Jets). Para chegar até Natal, neste ano, os representantes do Estado passaram por etapas escolares, municipais, regionais e pela final estadual dos Jets. Além disso, as equipes que compõem as modalidades coletivas (Basquetebol, Futsal, Handebol e Voleibol) ainda competiram na fase regional dos Jogos Escolares da Juventude, em Manaus, no mês de setembro. Após esta etapa, três equipes tocantinenses chegaram à fase nacional dos JEJ.

Para Ana Paula Ribeiro, gerente de Desporto Educacional da Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc), a sensação que fica é a de dever cumprido após todas as etapas realizadas até a etapa de Natal. “Ter os nossos atletas competindo e conquistando medalhas em um evento do tamanho dos Jogos Escolares da Juventude é a realização de um trabalho que já vem sendo realizado desde o início do ano, com as fases escolares dos Jets. A sensação que fica é muito boa, pois sabemos a importância de se incentivar a prática esportiva nas escolas como maneira de formar pessoas melhores para o futuro”, frisou a chefe da delegação tocantinense.