Cultura

Foto: Flaviana Ox

O audiovisual no Tocantins passa a contar com novos profissionais no mercado. O curta-metragem “O Segredo de João” finaliza as gravações nesta sexta-feira, 30, após um total de dez diárias na Capital. O elenco e produção foram formados essencialmente por profissionais da produção audiovisual do Tocantins, gerando cerca de 30 empregos diretos, dentre produtores, técnicos, direção e elenco. O projeto foi idealizado pela Fábrica Produções em parceria com o Ponto de Cultura Itinerante Um Ponto Dois com o objetivo de lançar novos talentos no audiovisual tocantinense.

O projeto permitiu a estreia de diversos profissionais no cinema local, como a diretora Elisângela Dantas, bastante conhecida por seu trabalho desenvolvido como programadora cinematográfica e crítica de cinema. “O que a gente precisa é de mais incentivos para que novos talentos e profissionais possam surgir e se integrar a esse universo tão envolvente que é o audiovisual”, afirma a diretora.

Integrando a equipe de produção do projeto, os atores do Grupo Um Ponto Dois Bianca Melo, Carlos Gontijo também estrearam nos bastidores do cinema com o curta-metragem. “Trabalhar na produção do filme está sendo uma oportunidade incrível de ter a experiência do cinema por detrás das câmeras, a melhor maneira de começar a entender o mercado cinematográfico na prática. Além de ajudar na minha carreira como ator, é muito rico estar no processo como um todo e poder compreendê-lo”, declara.

A atriz Bianca Melo também aponta que está muito feliz com a experiência adquirida no curta-metragem. “Desejo que cada vez mais estudantes, mulheres e negras como eu tenham a oportunidade de estar nesse lugar de aprendizado, por isso, destaco a importância de iniciativas como a do Ponto de Cultura Um Ponto Dois e da Fábrica Produções e a necessidade de receberem incentivos públicos para continuarem oportunizando este tipo de experiência”, diz a atriz.

Já Patrícia de Sá, atriz e presidente da associação e ponto de cultura Um Ponto Dois participou do projeto na produção e também no elenco, interpretando a personagem Marina, uma mulher batalhadora que cria o filho sozinha. “Uma experiência incrível, para todos nós do Ponto de Cultura Um Ponto Dois. Levo comigo o olhar da câmera, um olhar que diz mais que mil palavras, um olhar que consegue captar nossas emoções transformando os sentimentos em imagens, trazendo as histórias e segredos do set, somos gratos a Fabrica Produções por mais esta parceria e ao Estado por intermédio da Lei Aldir Blanc”, expressa.

Gravações

As gravações aconteceram neste mês de julho, cumprindo todos os protocolos e orientações da Organização Mundial de Saúde (OMS), inclusive, a quantidade de atores nas escalas diárias e o corpo técnico foram reduzidos com o intuito de evitar aglomerações.

O elenco é formado por crianças, jovens e adultos, com ou sem experiência na área. Participam os atores Davi de Oliveira Carvalho, Maria Eduarda Benmuyal, João Vinicius Martins, Milne Freitas, Ana Kamila Castaño, Gustavo Borges, Bell Gama, Patrícia de Sá, Cleuda Milhomem, Renata Patrícia da Silva e Marquinhos Rocha.

Sinopse

O filme de ficção enaltece a importância do audiovisual em sala de aula e o fortalecimento das relações familiares.  A sinopse mostra que João é um garoto que vive em um ambiente de grandes tradições culturais, sempre acompanhado por seu avô Seu Bira, que dedicou grande parte de sua vida à arte e cultura. Junto com sua melhor amiga Maria Eduarda e sua nova professora Juliana, vão transformar o mundo de um garoto triste, o Pedro, e descobrirão também “O Segredo de João”.

A obra tem como referência o clássico de Giuseppe Tornatore, “Cinema Paradiso” de 1988. “A amizade e deslumbre que o garoto Totó tem pelo projecionista Alfredo torna uma inspiração para relação de Seu Bira com seu neto, protagonistas do nosso curta. É a partir desta amizade de Bira e João e inspirada em Alfredo e Totó, que iremos trabalhar os conflitos vividos pelas crianças do filme”, ressalta Elisângela.

Projeto

O projeto “O Segredo de João” é fruto de uma parceria da Fábrica Produções e o Grupo Um Ponto Dois de Teatro, foi contemplado pelo Prêmio Aldir Blanc Tocantins do Governo do Estado do Tocantins, com apoio do Governo Federal – Ministério do Turismo – Secretaria Especial da Cultura, Fundo Nacional de Cultura”.  “Estamos tirando este sonho do papel graças à Lei Aldir Blanc e mais uma vez mostrando que temos potencial no nosso Estado e que precisamos investir nestes talentos. O cinema brasileiro é resistência”, conclui a diretora.