Estado

Foto: Tharson Lopes

O governador em exercício do estado do Tocantins, Wanderlei Barbosa, participou nessa terça-feira, 25, da cerimônia de formatura do curso normal em nível médio - Magistério Indígena, no Centro de Ensino Médio Indígena Xerente Wara, na aldeia Coqueiro, em Tocantínia.

Durante o evento, o governador afirmou que não medirá esforços para se reunir com a comunidade indígena e resolver questões como a conclusão dos 8 km de estrada pavimentada na TO-010, que dá acesso ao município de Tocantínia.“Se vocês acham que é importante, nós vamos fazer. Temos o recurso disponível, então falem com o prefeito e estou à disposição para melhorar a mobilidade de todos”, destacou Wanderlei Barbosa.

Formaram no curso de Magistério Indígena 81 alunos das etnias Krahô, Karajá, Apinajé, Xerente, Javaé e Karajá-Xambioá. O Tocantins possui cerca de 16 mil indígenas e mais de 225 aldeias.

O governador Wanderlei Barbosa pontuou que, dentro da gestão, a cultura indígena será sempre valorizada. “Vocês são responsáveis por não deixar a cultura indígena morrer; levarem este conhecimento às futuras gerações. Tenho certeza que vocês têm orgulho em ensinar isso e não deixar morrer uma cultura tão forte e bonita. Fica aqui o respeito do Governo e vamos continuar ofertando ensino e formando vocês, e reforço que vocês têm espaço nas nossas universidades; não parem de estudar. Lindo ver tantas etnias juntas, estudando juntos, cada um mostrando sua cultura e costumes”, pontuou.

O secretário de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc), Fábio Vaz, confirmou, durante o evento de formatura, o retorno das aulas presenciais nas escolas públicas estaduais para o dia 14 de fevereiro. “Parabenizo a todos por virem buscar seus sonhos, pois tiveram que deixar suas aldeias em prol da educação. Nada melhor do que a valorização cultural. A forma que vocês trabalham também o português e suas línguas nativas é motivo de orgulho, e estamos com projetos de escolas regulares e reformas. Estrutura física é o mínimo que podemos ofertar às comunidades”, ressaltou o gestor da Seduc.  

O prefeito de Tocantínia, Manoel Silvino, destacou seu orgulho em ver novos professores para compartilhar seus conhecimentos culturais aos mais novos. “Nossos irmãos se preparando para a luta do dia a dia. Vocês estão se preparando para repassar todos os ensinamentos a seus irmãos. O governador Wanderlei Barbosa é o primeiro governador a vir dentro de uma aldeia indígena para prestigiar um evento como esse. Temos que retribuir todo esse carinho e respeito ao nosso Estado com gratidão. O senhor começou sua gestão mostrando que tem compromisso com o Tocantins”.

O orador da turma, professor formando Maurício Xerente, prometeu incentivar a educação escolar indígena. “Vamos focar no crescimento educacional do meu povo e trabalhar por uma educação cultural e bilíngue com responsabilidade social, ética, cultural e política”.

Presenças

Também estiveram presentes na cerimônia de formatura dos alunos indígenas, o secretário-executivo da Casa Militar, tenente-coronel De Souza; os deputados estaduais Ivory de Lira e Vilmar de Oliveira; e o presidente da Câmara de Tocantínia, vereador Afonso Tavares.