Conexão Tocantins - O Brasil que se encontra aqui é visto pelo mundo
Esporte

Foto: Victor Eleuterio

Contagem regressiva acelerada para o maior rally do mundo em 2022. Em exatos 100 dias (26 de agosto), motos, carros, UTVs e quadriciclos iniciam, em Foz do Iguaçu (PR), uma edição especial do Sertões, marcada por outro número cheio, já que celebra os 30 anos da prova. Ao longo de duas semanas – de 26/08 a 10/09, os competidores enfrentarão o maior desafio da história da prova, que os levará a Salinópolis (PA), atravessando cidades e regiões marcantes ao longo de todo esse tempo.

E já que falamos de números especiais, o Sertões 2022 também homenageia o bicentenário da Independência, com um roteiro que liga os extremos do país e atravessa as cinco regiões brasileiras (Sul, Sudeste, Centro-Oeste, Nordeste e Norte). Serão 7.216 quilômetros a percorrer, dos quais 4.811km de trechos cronometrados (70% da prova) que já é maior do que a distância em linha reta do Oiapoque ao Chuí. Oito serão os estados atravessados: Paraná, São Paulo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins, Piauí, Maranhão e Pará.

O Sertões dos 30 anos será marcado ainda pela especial (etapa cronometrada) mais longa em três décadas: 601 quilômetros no caminho entre Barra do Garças e São Félix do Araguaia, ambos no MT. E pela primeira vez haverá duas disputas paralelas, que também consagrarão campeões. 

O percurso de Foz a Palmas (TO) formará o Sertões Sul. Da capital tocantinense a Salinópolis será a vez do Sertões Norte. Uma alternativa para quem, pelos mais variados motivos, não puder fazer o rally completo.