Economia

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Mais de 190 mil atendimentos realizados, mais de R$ 90 milhões executados em 2022 e um orçamento aprovado de R$ 112,7 milhões para 2023. Um registro emblemático em toda a série histórica do Sebrae Tocantins. 

Moisés Gomes, superintendente do Sebrae comenta que a atual diretoria tinha como meta deixar, ao final do quadriênio, um Sebrae maior, mais digital, mais rápido e com uma maior cobertura de pequenos negócios. “Nossa meta foi concretizada. Enfrentamos a pandemia, um ataque cibernético que parou a instituição em todo o Brasil e, por algumas vezes, tivemos de enfrentar, em Brasília, os ataques à receita do Sistema Sebrae. Os desafios foram gigantes, mas o Sebrae criou, se reinventou e superou as dificuldades”, disse, acrescentando que nos últimos quatro anos a instituição elevou para mais de 25% a cobertura de atendimento aos pequenos negócios, ao mesmo tempo, em que elevou para 81,16 o índice de satisfação (NPS) dos clientes, ou seja, um crescimento em quantidade e qualidade.

A diretora técnica do Sebrae, Eliana Castro, explica que na cobertura de atendimento aos professores com educação empreendedora, o Tocantins ocupou o 1º lugar no ranking nacional do Sistema Sebrae, por dois anos consecutivos. “Em 2022, foram 8.782 professores capacitados e mais de 61 mil alunos atendidos. Nos últimos quatro anos, nos orgulhamos de ter plantado a semente do empreendedorismo na cabeça de 152 mil alunos do ensino fundamental à universidade. E por acreditar na importância do empreendedorismo para transformação da vida das pessoas e das empresas, a partir de janeiro de 2023, teremos no Tocantins, a Faculdade Sebrae”, comemora a diretora.

De acordo com o diretor de administração e finanças do Sebrae, Jarbas Meurer, todas as metas mobilizadoras estabelecidas pelo Sebrae Nacional foram superadas em 2022, com destaque para o de atendimento aos pequenos negócios com soluções de inovação, que foi superada em 42%. E o destaque não se dá pelo valor, mas pela importância que a atual diretoria deu à inovação como elemento decisivo para o sucesso das pequenas empresas. 

Outra iniciativa que teve total empenho da diretoria foi quanto aos serviços financeiros apoiados pelo Sebrae. Por meio do Fundo de Aval da Micro e Pequena Empresa (Fampe), o Sebrae avalizou mais de R$ 65 milhões em empréstimos e encerra esta gestão entre os três melhores indicadores de cobertura do Fampe do País, com 93,48%. Resultado esse que mostra a importância de democratizar o acesso ao crédito. 

O Força Mulher, um projeto idealizado pelo Sebrae/TO, é outra iniciativa desta gestão que foi referência nacional em inclusão produtiva, com treinamento e entrega de kits com equipamentos e ferramentas de trabalho, que transformou a vida de mais de 2 mil mulheres no Tocantins em situação de vulnerabilidade.

O sentimento da atual diretoria é de gratidão ao time de 220 colaboradores. “Os colaboradores são o nosso principal ativo para cumprir o propósito do Sebrae e mudar a vida de muita gente. E isso só foi possível porque, além do time Sebrae, tivemos também o apoio do nosso Conselho, que, sob o comando do presidente Rogério Ramos, acompanhou e incentivou cada ação. E, finalmente, temos que agradecer aos nossos parceiros e, de forma muito especial, aos nossos clientes por confiar no nosso trabalho”, concluiu o superintendente, Moisés Gomes, em nome da diretoria executiva.