Estado

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Cerca de 400 pessoas, entre comunidade, lideranças públicas, instituições estaduais, municipais e empresas ligadas ao segmento turístico de 34 cidades do Tocantins, prestigiaram nos dias 17,18, 22 e 23 de novembro, a apresentação de Inventários de Turismo e o Planos Estratégico elaborados pelo Sebrae Tocantins. A ação teve a parceria das secretarias da Indústria, Comércio e Serviços (Sics), Secretaria da Cultura e Turismo (Sectur) e prefeituras.

As apresentações, pautadas em estratégias para o desenvolvimento local do setor, ocorreram durante os seminários e Talk Shows “A Força do Turismo para o Desenvolvimento Regional”, ministrados nas cidades de Marianópolis, Araguaína, Palmas e Gurupi, respectivamente.

O Talk Show em Palmas teve a condução do superintendente do Sebrae, Moisés Gomes, a participação da secretária executiva de Indústria e Comércio (Sics), Geanny Pinheiro, da superintendente estadual do Turismo, Maria Antônia Valadares e do secretário de Turismo de Palmas, Tom Lyra.

Moisés Gomes frisou a importância da boa infraestrutura e da qualificação das pessoas no empreendedorismo turístico para que os negócios saiam do papel. “Turismo não é só ter lugar bonito, mas também estar preparado para receber bem os visitantes, e isso é a força que nos move aqui no Sebrae. Nossa instituição acredita no potencial que a capacitação tem no empreendedorismo e na importância do planejamento. E a entrega dos inventários que fazemos hoje é insumo para o planejamento adequado de ações nos municípios. Ninguém consegue estruturar o que não se conhece”, explicou.

Gomes lembrou ainda que o Tocantins possui três grandes potenciais econômicos: agronegócios, mineração, que, segundo ele, ainda precisa de um tempo de maturação, e o terceiro e mais importante para os pequenos negócios, em sua visão, o Turismo.

De acordo com a secretária executiva da Sics, Geanny Pinheiro, as empresas que trabalham no ramo turístico precisam tanto da qualificação como do fortalecimento da governança. “A secretaria apoia no sentido de organizar o ambiente e prepará-lo para que haja mais investimento, visando a expansão dos negócios e fortalecimento dos municípios do Tocantins, para que o desenvolvimento econômico também chegue nesses lugares”, apontou.

Maria Antônia Valadares, superintendente estadual do Turismo, destacou que entre as ações de 2023 para o Estado está a continuação das parcerias, entre elas, o Sebrae. “Mas também precisamos desenvolver outras categorias, como a questão da infraestrutura e da qualificação. As pessoas precisam estar preparadas para receber o turista, porque os atrativos naturais Deus já deu o que precisamos agora é de pessoas capacitadas”, pontua.

Segundo o secretário de Turismo de Palmas, Tom Lyra, há uma necessidade de continuar qualificando a mão de obra e um dos objetivos para 2023, de acordo com ele, é promover a integração entre os pólos turísticos. “Contamos com a ajuda do Sebrae e do Estado para isso, porque sabemos da importância desta qualificação para o desenvolvimento da área”, enfatizou.

Inventários

Com o objetivo de promover e fomentar o empreendedorismo, potencializando a geração de emprego e renda nos municípios, o Sebrae Tocantins investiu recursos na ordem de R$ 1.220.000,00 para a construção participativa dos inventários e planos turísticos de 34 municípios com vocação para o turismo.

Cidades contemplada

Araguacema; Caseara; Lagoa da Confusão; Pium; Marianópolis; Formoso do Araguaia; Gurupi; São Salvador do Tocantins; Peixe; Ananás; Axixá do Tocantins; Itaguatins; Luzinópolis; Palmeiras do Tocantins; Praia Norte; Santa Terezinha do Tocantins; São Sebastião do Tocantins; Araguatins; São Bento do Tocanitns; Tocantinópolis; Babaçulandia; Araguaína; Filadélfia; Wanderlândia; Xambioá; Colinas do Tocantins; Pau D'arco; Lajeado; Miracema; Aparecida do Rio Negro; Tocantínia; Lizarda; Mateiros e Dianópolis.