Patrocinado

Foto: Divulgação

O edifício Cassino da Urca, um dos símbolos do Rio de Janeiro, agora oficialmente faz parte da história da cidade. O espaço já acomodou diversos tipos de empreendimentos e existe desde 1922. Durante a cerimônia do decreto municipal de tombamento, o prefeito Marcelo Crivella frisou a importância de tornar o Cassino da Urca um patrimônio público: “o tombamento é uma reverência para a nossa cidade, reafirmamos nossa capacidade de continuar no aperfeiçoamento cultural de nossa gente”.

História do Cassino da Urca

Inicialmente chamado de Hotel Balneário, o edifício serviu como hospedagem aos visitantes da Exposição Internacional de 1922. Porém, nunca teve destaque como hotel. Em 1933, foi transformado em casa de jogos e trazia um complexo de diversão, com shows de artistas nacionais e internacionais.

Recebeu inclusive apresentações de Carmen Miranda,de 1939 a 1941, servindo de “trampolim” para a carreira da cantora nos Estados Unidos. Foi considerado como uma das casas noturnas mais badaladas da época.

Como em 1946 entrou em vigor a lei que proíbe a prática de jogos no Brasil, o cassino encerrou as atividades. Durante a década de 50, o prédio foi utilizado pela TV Tupi, que mudou seus estúdios do Centro para a Urca. A empresa permaneceu no local até 1980, quando teve sua concessão cassada pelo governo federal.

Então, o Cassino da Urca ficou vazio por muitos anos, até que em 2006 foi alugado pelo Instituto Europeu de Design. O local foi restaurado e atualmente funciona como uma instituição de ensino. Mesmo mudando de ramo, o edifício ainda é amplamente conhecido pelo apelido de Cassino, já que sua fama foi enorme durante o auge das apostas.

Recentemente, tem sido discutido um projeto de lei que visa permitir os jogos de azar novamente. Porém, em 7 de março, o relatório foi rejeitado pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania do Senado. Ainda cabe recurso para que haja nova votação, desta vez no Plenário. A PLS 186/2014, de autoria do senador Ciro Nogueira, visa a exploração de Jogo do Bicho, bingo, videojogo e outras modalidades de jogos, seja em espaços físicos ou pela internet.

Muitos políticos descartam a ideia da liberação porque acreditam que a lei daria margem à lavagem de dinheiro e sonegação de impostos. Outros, argumentam que a criação de cassinos impulsionaria a economia e o turismo no Brasil.

Enquanto não ocorre a implementação de cassinos físicos, como o da Urca, é vasta a quantidade de sites de apostas. Muitos brasileiros recorrem a esta alternativa, já que a antiga lei não prevê a prática de jogos promovida por empresas estrangeiras, de modo online. Uma forma de conferir uma lista de plataformas voltadas para brasileiros é acessar sites especializados, como o cassinos.info, voltado para a área de apostas.

Outros tombamentos no Rio de Janeiro

Duas casas de cultura também foram tombadas na ocasião: a Coleção Carlos Lacerda, que retrata a vida política e pessoal do primeiro governador do estado e o Instituto Moreira Salles, um dos marcos da arquitetura moderna.

Segundo Crivella, os três tombamentos fazem parte do cronograma de comemorações do aniversário do Rio. O objetivo das ações é preservar e proteger a memória dos bens históricos.

Porém, nem sempre o fato de um edifício ser tombado garante sua preservação. Prova disso é o estado crítico da Catedral de Porto Nacional, situada em Tocantins. Em 2017, o Conexão Tocantins noticiou o requerimento feito pelo deputado Paulo Mourão, que mencionava a existência de goteiras no local. Vale ressaltar que a catedral foi tombada em 2008, portanto, deveria ter recebido manutenções frequentes para que sua estrutura não sofresse tamanho desgaste.

Por: Redação

Tags: Cassino da Urca