Polí­tica

Foto: Divulgação

O prefeito de Araguaína Ronaldo Dimas (PR) deverá definir seu destino político nos próximos dias. É o que leva a crer as últimas movimentações do pré-candidato que esta semana desembarcou em Brasília/DF onde tem participado de compromissos representando o município de Araguaína. “Tem situações que eu tenho que cuidar e fazer com que aconteçam em uma eventual renúncia”, diz

Por telefone Dimas afirmou ao Conexão Tocantins que está aproveitando a viagem para conversar com partidos políticos sobre a formação de sua aliança partidária para as eleições de outubro próximo.

Sem divulgar nomes, Dimas revelou que, nesta terça-feira, 13, participará de um jantar com lideranças de dois partidos políticos. Já na quarta-feira, 14, Dimas disse que deverá almoçar com a presidente de uma outra sigla.

Especula-se que um encontro entre Dimas e o senador Vicentinho Alves, presidente do PR no Estado, nesta terça, deverá traçar os rumos de sua pré-campanha. A assessoria do parlamentar disse que na agenda do senador não há compromisso marcado com Dimas. Questionado por nossa reportagem o prefeito disse que vai sim se reunir com Vicentinho, bem como os demais senadores. Mas desconversou quando perguntado se o assunto é a pré-campanha. “Vamos precisar do voto deles no Senado na aprovação de um empréstimo pleiteado pelo município de Araguaína no início do mês que vem”, disse.

Após um longo período de caminhada pelo interior do Estado em conversa com as comunidades e líderes locais, Dimas está agora focando sua pré-campanha nas conversas partidárias. A formação de uma aliança política forte é essencial para garantir um bom tempo de TV no horário eleitoral. Preocupação já demonstrada por ele em entrevista anterior ao Conexão Tocantins.

Dimas já sentiu que seus adversários têm apostado em seu fracasso na busca de apoios para se colocar como candidato ao Governo do Estado, e que, neste caso, ele não teria coragem de arriscar uma renúncia à Prefeitura de Araguaína para se colocar como candidato. Na noite desta segunda-feira, 12, já em Brasília, o prefeito emitiu uma nota onde diz que tem recebido diversas manifestações de preocupação com o futuro da cidade. “Como esperado os demais pré-candidatos propagam o que lhes interessa, que seria a minha permanência na Prefeitura”, pronunciou-se.

Entretanto, o prefeito se diz confiante e dá a renúncia como certa. “As conversas estão caminhando muito bem. O que falta agora é uma aliança partidária que vai definir os rumos da candidatura. Isso é fundamental”, afirmou pelo telefone.

Por: Adenauer Cunha

Tags: Eleições 2018, PR, Ronaldo Dimas, Vicentinho Alves