Polí­cia

Foto: Divulgação

A Polícia Civil do Tocantins, por intermédio da 5ª Delegacia Regional de Guaraí, efetuou, no final da tarde desta quinta-feira (19) a prisão de Luiz A.  S., 30 anos de idade, natural de Cáceres/MT, pela prática dos crimes de roubo e estupro de uma idosa, de 82 anos, fato ocorrido no dia 04/04/2018, na residência da vítima, em Guaraí/TO.

Conforme o delegado regional Adriano Carrasco, imediatamente após os crimes, as equipes de investigação da 5° DRPC de Guaraí iniciaram os trabalhos, dificultados pelo grande número de suspeitos, pela ausência de imagens de sistemas de segurança na região e, principalmente, pelo estado emocional da vítima, que dificultava o reconhecimento do agressor.

Após mais de 10 dias de trabalhos, os policiais civis localizaram à bicicleta utilizada no crime, descartando os suspeitos iniciais e passando a trabalhar com novas imagens que levaram à identificação e localização do autor. Já detido, Luiz admitiu o roubo e o estupro, indicando o local onde havia escondido os pertences da vítima. Sobre o crime sexual, alegou tê-lo cometido em razão do uso excessivo de drogas.

Após o cumprimento do mandado de prisão preventiva, Luiz foi encaminhado à carceragem da Casa de Prisão Provisória de Guaraí, onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário.

De acordo com os delegados; Túlio Motta e Thiago Resplandes, que estiveram à frente das investigações, o empenho de todos os policiais foi fundamental para a prisão do estuprador. Para o delegado regional, Adriano Carrasco, as investigações duraram o tempo necessário para a correta elucidação do crime. “Em casos de tamanha gravidade é melhor trabalharmos com mais cautela e utilizar meios ainda mais seguros de investigação, para não se correr o risco de prender um inocente”, ressaltou o delegado.