Polí­cia

Foto: Divulgação

Policiais Civis da 1ª Delegacia de Porto Nacional, com o apoio da Delegacia Regional, Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP) e 3ª Delegacia de Porto Nacional, bem como do Instituto de Criminalística, deflagraram, na manhã desta sexta-feira, (20) uma operação de combate à criminalidade, a qual resultou no cumprimento de quatro mandados de busca e apreensão expedidos pela 1ª Vara Criminal da Comarca de Porto Nacional, sendo três endereços em Palmas e um em Porto Nacional, contra suspeitos pela prática do crime de corrupção passiva.

Os mandados foram expedidos em razão de investigação que apuram a prática de crimes de corrupção passiva, os quais teriam sido cometidos por servidores públicos do Hospital Regional de Porto Nacional, sendo um médico e uma assistente administrativa.

De acordo com levantamentos preliminarmente, tais servidores públicos teriam solicitado vantagem indevida (dinheiro) para acelerar os atendimentos cirúrgicos a pacientes do citado hospital público. Ao final das diligências, foram apreendidos documentos, equipamentos eletrônicos e R$ 47.800,00 em espécie. Com o objetivo de não prejudicar o andamento das investigações, os nomes dos investigados permanecerão em sigilo.