Estado

Foto: Divulgação

Neste ano, para o Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, 18 de maio, o Centro de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente (Cedeca) Glória de Ivone está atuando em Miracema do Tocantins e em Palmas, com moradores do setor Taquari, onde desenvolve um curso de Assessores Populares com adultos, crianças e adolescentes.

No Tocantins, foram registradas 96 denúncias de violência sexual contra crianças e adolescentes, no ano de 2017, no Disque 100. Só neste ano, no primeiro quadrimestre, 27 casos foram denunciados no canal. Para além de dar visibilidade a essa violência, anualmente o Cedeca Glória de Ivone promove atividades focadas nos direitos de crianças e adolescentes de terem seus corpos respeitados e protegidos para não passarem por situações de violência, como a sexual.

Programação

Em Palmas, as atividades começarão amanhã, 18, às 15h30 com um mutirão de sensibilização nas casas e avenidas do Taquari com ponto de partida e chegada na Escola Estadual Maria dos Reis Alves Barros. O dia encerra às 17h30 com a festa Faça Bonito, mote da campanha nacional do 18 de maio, em comemoração aos 11 anos da fundação do Cedeca Glória de Ivone.

No dia seguinte, 19, às 8h30, o módulo do curso de Assessores/as Populares abordará a temática com a turma de adultos no Núcleo de Práticas Jurídicas da Faculdade Católica do Tocantins e com a turma de crianças e adolescentes na no Centro de Referência de Assistência Social (Cras) Taquari. O curso de Assessores/as Populares, apoiado pela KZE/Misereor, acontece todos os sábados de manhã no Taquari, Aurenys e Taquaralto e atualmente envolve cerca de 100 pessoas.

Dando continuação a programação, no dia 25, sexta-feira, às 8h30, acontecerá o Simpósio: direitos sexuais são direitos humanos, no auditório da Universidade Federal do Tocantins (UFT), Câmpus Miracema do Tocantins, em parceria com a instituição. As inscrições são gratuitas e serão realizadas no local.

Na região Norte, o Cedeca, como coordenador regional do Comitê de Enfrentamento à Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes, produziu cartazes e panfletos para todos os estados da região, com o apoio do Ministério Público do Estado do Tocantins (MPE). O material será utilizado nas ações que cada organização componente do comitê desenvolverá em seus respectivos estados.

Por: Redação

Tags: Cedeca, Violência Sexual