Conexão Tocantins - O Brasil que se encontra aqui é visto pelo mundo
Araguaína

Foto: Marcos Filho Sandes

O prefeito Ronaldo Dimas assinou nesta última segunda-feira, 18, o documento que regulariza o Termo de Posse dos servidores públicos municipais aprovados no concurso de 1991. As 12 mulheres, entre professoras e merendeiras, exercem suas funções na rede municipal de ensino. Participaram do momento secretários municipais e o presidente da Câmara, Marcus Marcelo.

De acordo com a secretária executiva da Administração, Rejane Mourão, as mulheres descobriram a ausência do termo ao dar entrada no processo de aposentadoria, que havia sido negado pelo Instituto de Previdência e Assistência aos Servidores do Município (IMPAR). “Estas mulheres não foram as primeiras que precisaram formalizar o termo de posse. Já atendemos a mais de cinquenta servidores com essa irregularidade”.

Com o tempo mínimo de contribuição já concluído, 25 anos, a professora Dilcilene Nakao diz ter tomado um susto ao ter o pedido de aposentadoria negado. “Assim como eu, as outras mulheres também tiveram que recorrer à Secretaria da Administração. Graças a Deus, foi resolvido rapidamente”. Atualmente, ela trabalha na Escola Municipal Santa Luzia, atuando na educação de crianças com necessidades especiais.

Dimas parabenizou às servidoras pelo trabalho prestado por mais de duas décadas ao Município. “Fico muito feliz de estar resolvendo parte de seus problemas. Isso só foi possível pelos avanços da Administração. Corrigimos muitos erros da folha de pagamento e, agora, com os dossiês digitalizados, fica muito fácil corrigir falhas como estas que tratamos hoje”.