Economia

Foto: George Doyle Uma das principais dívidas citadas continuam sendo o cartão de crédito Uma das principais dívidas citadas continuam sendo o cartão de crédito

O número de consumidores palmenses que se declararam endividados em julho foi igual ao resultado de junho: 67,2% dos participantes da Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (PEIC), realizada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) em parceria com a Fecomércio Tocantins.

“Este ano, os resultados oscilaram entre queda e crescimento do endividamento e agora estabilizou, o que mostra um esforço por parte do consumidor em manter o orçamento equilibrado. Porém, apesar disso, a inadimplência voltou a crescer”, explicou a assessora econômica da Fecomércio Tocantins, Fabiane Cappellesso.

Na comparação entre junho e julho, o número de inadimplentes passou de 10,9% para 12,9% e dos que afirmaram não ter condições de quitar as dívidas no próximo mês, de 0,1% para 0,2%. As principais dívidas citadas continuam sendo o cartão de crédito (72%), carnês (24%), financiamento de carros (23,5%), e de imóvel (13,5%).

Participam da pesquisa, mensalmente, cerca de 500 famílias da capital que respondem a diversas questões sobre suas dívidas, como: os principais tipos de contas a pagar, o tempo que leva para quitar os parcelamentos e o comprometimento total da renda com esses compromissos. A pesquisa é realizada mensalmente e está disponível na íntegra em PDF.