Polí­tica

Foto: Divulgação (E/D) Prefeitos Laurez Moreira e Waldemir Barros, senador Ataídes Oliveira e Viviane Fragoso (E/D) Prefeitos Laurez Moreira e Waldemir Barros, senador Ataídes Oliveira e Viviane Fragoso

O presidente do PSDB/TO, senador Ataídes Oliveira, participou neste sábado, 4, da Convenção Nacional do partido, em Brasília/DF, que definiu o nome de Geraldo Alckimin para disputar a Presidência da República.  “O que o Brasil precisa é de um gestor com muita experiência e competência e isso Geraldo Alckmin tem de sobra”, disse Ataídes.

Para Ataídes, o candidato tucano à Presidência da República do seu partido terá uma dura tarefa pela frente, ao lado da candidata à vice, a senadora Ana Amélia (PP-RS): “eles vão precisar tirar o País da UTI”, declarou.

Ataídes chegou à Convenção Nacional acompanhado da esposa, Viviane Fragoso, e dos prefeitos de Gurupi, Laurez Moreira, e de Pium, Waldemir Barros. Os deputados estaduais Olyntho Neto e Luana Ribeiro também marcaram presença no evento que confirmou as candidaturas de Geraldo Alckmin e de Ana Amélia.

Desemprego

Diante de centenas de lideranças tucanas nacionais, estaduais e municipais, o senador tocantinense, que é pré-candidato à reeleição, reafirmou a confiança na capacidade de gestão do PSDB e argumentou que o maior desafio, no momento, é frear o desemprego e aquecer o mercado de trabalho.

“Não existe nada pior para um pai ou mãe de família do que acordar de manhã e não ter como buscar o sustento de seus filhos. O grande risco, inclusive, é cair na criminalidade”, discursou Ataídes.

Para que o Brasil volte a crescer, é essencial, segundo o senador, apostar em reformas estruturais. “Esse é um discurso difícil, mas necessário. O País não pode quebrar”, salientou.

Ataídes fez ainda um apelo para que o Congresso Nacional faça sua parte, ajudando o futuro presidente a reerguer o Brasil. “O Congresso hoje tem falhado muito. Espero estar no Senado Federal para apoiar o nosso presidente Alckmin”.