Polí­tica

Foto: Divulgação Amastha surpreendeu a todos com desistência Amastha surpreendeu a todos com desistência

O ex-prefeito de Palmas, Carlos Amastha (PSB), retirou-se do jogo nas eleições deste ano e não será mais candidato ao Governo do Estado, fato que já informou por meio de vídeo (assista no final da matéria) na tarde desta segunda-feira, 6.

A decisão de Amastha ocorreu depois de saber que o PCdoB e o PTB, dois importantes aliados, teriam retirado o apoio à sua candidatura. A informação do afastamento dos até então aliados foi repassada ao Conexão Tocantins pela assessoria do candidato Márlon Reis, que informou, inclusive, que a vaga de vice-governador na chapa de Reis teria sido definida para o petebista José Geraldo de Melo Oliveira na manhã desta segunda-feira.

A desistência de Amastha gerou um verdadeiro tsunami de especulações na política tocantinense. Isto, porque a decisão foi tomada menos de 24 depois dele confirmar a sua candidatura, em convenção neste último domingo, no Espaço Cultural José Gomes Sobrinho, em Palmas.

Na parte da manhã desta segunda-feira, por volta do meio dia, Amastha chegou a usar sua rede social no microblog Twitter para se referir ao início de sua campanha. “Primeira atividade como candidatos. Visitamos o presidente da Fieto, Roberto Pires. Vamos procurar produtores, Indústria, Comércio e Serviços para fortalecer um programa de desenvolvimento econômico. Sem perder o foco principal, os tocantinenses”, escreveu.

Antes, por volta das 7 horas da manhã, o ex-prefeito de Palmas havia feito outra postagem em que dizia: “Bom dia Tocantins. A política ocasiona muitos dissabores e rende momentos gloriosos quando podemos ter orgulho do resultado das nossas ações. Nossa convenção foi linda. Vamos virar essa página. Obrigado Tocantins. Te amo”. 

Confira abaixo, o depoimento de Carlos Amastha sobre sua desistência da disputa ao cargo de governador do Tocantins