Estado

Foto: Divulgação

A 18ª Feira Agrotecnológica do Tocantins (Agrotins 2018), que neste ano (aconteceu de 8 a 12 de maio) teve um aumento de 300% no volume de negócios em relação ao ano anterior, batendo recordes com mais de R$ 2 bilhões em negócios (no ano de 2017, foram R$ 650 milhões).

O Governo credita o crescimento ao compromisso da gestão do governador e candidato à reeleição pela coligação Governo de Atitude, Mauro Carlesse (PHS), com o desenvolvimento e fomento da agricultura no Tocantins.

Outro dado positivo apresentado pela gestão é que o número de visitantes na feira também aumentou e bateu recorde. No ano passado a feira registrou 120 mil visitantes; já neste ano, o público foi de 142 mil. “O desafio para o próximo ano é internacionalizar a Feira. Queremos que essa ascensão venha trazer respaldo e incentivo para a economia. Vamos transformar essa positividade da feira em um cenário macroeconômico do Estado, para aproveitar esse resultado positivo que tivemos neste ano”, explica Carlesse.

Fortalecimento da Agricultura

No Plano de Governo de Mauro Carlesse, o gestor garante que vai continuar desenvolvendo ações de Estado para apoiar os pequenos, médios e grandes produtores. “A exploração agrícola continua exercendo papel importante na base da economia do Tocantins. E os produtores são responsáveis por um percentual relevante de nosso PIB [Produto Interno Bruto]. Mesmo com as adversidades do setor, continuam acreditando e dando as suas contribuições para o crescimento da agricultura em nosso estado”, disse Carlesse.

Segundo o Plano de Governo, a política de recuperação da rede de estradas estaduais e vicinais é preponderante para continuar o crescimento do setor. “Não podemos mais permitir que safras inteiras sejam prejudicadas pela falta de ações preventivas e de habitual manutenção. A assistência desejada pelos produtores de nosso estado estará em nosso foco de atenção e de ação”, prevê o documento.

Outra proposta de Carlesse é apoiar o programa de aquisição direta para garantir a comercialização das produções dos pequenos agricultores. “Iremos estimular os polos de produção para suprirem as unidades de venda dos produtos hortifrutigranjeiros. O Itertins, a Adapec e a Secretaria da Agricultura serão contemplados com uma atenção toda especial de nosso governo de forma que o campo possa responder com maior intensidade após estes estímulos”.

Piscicultura e Fruticultura

O Plano de Governo de Carlesse afirma que a piscicultura também terá destaque em sua gestão, com o incremento necessário para seu crescimento e sua consolidação como atividade produtiva de alimento para consumo e para exportação para os mercados interno e externo.

Já na área da fruticultura a proposta é aproveitar integralmente a capacidade produtiva dos projetos São João, Manoel Alves, Gurita, Sampaio, Arraias e nas várzeas do Baixo Araguaia.

Desburocratização

Carlesse pretende também desburocratizar o licenciamento ambiental e a emissão de outorgas em consonância com o respeito às leis ambientais. “A agro industrialização será umas das ações a serem empreendidas pela Seagro de forma a agregar valor à produção primaria nas diversas cadeira produtivas do agronegócio. Iremos agilizar a implantação de uma plataforma de desenvolvimento de energia renovável focando os biocombustíveis como fontes alternativas com o objetivo de alcançar a redução da emissão de gases poluentes”, concluiu Carlesse.

Por: Redação

Tags: Agrotins, Mauro Carlesse, Plano de Governo