Polí­cia

Foto: Divulgação

Lindemberg G. L. foi condenado pelo Tribunal do Júri da Comarca de Araguaína, nesta segunda-feira (17/09), a seis anos de reclusão pelo assassinato de Pedro Henrique Fagundes Sousa, em dezembro de 2016, em uma conveniência no centro da cidade de Araguaína. O julgamento foi o primeiro dos sete previstos na sexta temporada do Tribunal do Júri da comarca, em 2018.

Conforme consta nos autos, Lindemberg e Pedro Henrique teriam se envolvido em uma discussão e, no momento do crime, a vítima estava em uma loja de conveniência quando Lindemberg chegou e efetuou os disparos.  

Durante o julgamento, o conselho de Sentença reconheceu que o réu foi o autor do tiro que resultou na morte da vítima, mas rejeitou a circunstância qualificadora de motivo fútil.

Desta forma, ao dosar a pena, o juiz Francisco Vieira Filho destacou que é preciso “prevenir a sociedade de ações como a praticada e reprimir referida conduta” e sentenciou o réu a  seis anos de reclusão, em regime inicial semiaberto.  

Temporada

Ao todo, sete  julgamentos foram agendados para os meses de setembro e outubro. As audiências são realizadas no auditório da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), sempre a partir das 8 horas. Confira o calendário:

Data: 21/09/2018

Processo: 0009095-38.2015.827.2706

Data: 21/09/2018

Processo: 0016743-64.2018.827.2706

Data: 24/09/2018

Processo: 0006150.10-2017.827.2706

 Data: 27/09/2018

Processo: 0000756-22.2017.827.2706

Data: 01/10/2018

Processo: 0020997-17.2017.827.2706

Data: 04/10/2018

Processo: 0010254-45.2017.8272706