Esporte

Foto: Philipe Bastos

Mais de 160 estudantes tocantinenses entraram em quadra durante os quatro dias de competição dos Jogos Escolares da Juventuderealizados em Manaus/AMe deram seu melhor representando as cores do Estado, conquistando 5 medalhas de bronze, 1 de prata e 2 de ouro.

Apresentando um jogo consistente desde o primeiro dia, o time do Voleibol do Colégio Estadual Guilherme Dourado, de Araguaína, foi superando seus adversários até a última partida, realizada neste domingo, 23, em Manaus. Contra o time do Distrito federal, uma dúvida a respeito da qualidade técnica dos adversários. Dúvida que foi sendo limada da quadra ponto a ponto pelos atletas do Tocantins. Ao final, 2 x 0 no placar e uma euforia que não cabia em um pequeno pedaço circular de metal, a esperada medalha de ouro.

“Neste momento, só gostaria de agradecer aos meus atletas por toda a dedicação e trabalho duro para chegarmos até aqui e conquistarmos essa medalha. Estão todos de parabéns”, destacou o técnico da equipe, Osvaldo Cavalcante.

Entre os atletas, a euforia e o alívio se misturavam a uma grande expectativa que fazia questão de permanecer na mente: a dificuldade que será disputar a etapa nacional em novembro contra equipes de todos os Estados do Brasil. “Agora vamos aumentar nossa carga de treino, pois sabemos que vamos enfrentar os melhores times do Brasil. Vamos comemorar, mas voltaremos ao trabalho o quanto antes”, frisou o líbero da equipe, Luís Gustavo Alves.

O mesmo espírito competitivo também esteve presente na fala do goleiro do time do Colégio Ulbra Palmas, outro medalhista de ouro tocantinense na competição. Para o defensor, a conquista em Manaus só aumenta a responsabilidade da equipe. “Essa medalha significa a sensação de um trabalho bem realizado pelo nosso treinador e por toda nossa equipe. Temos que manter nossa concentração, porque sabemos das dificuldades que iremos enfrentar na nacional”, completou o atleta que fechou o gol contra o time de Manaus na final.

A outra equipe medalhista nas finais dos Jogos foi o basquetebol masculino, 12 a 14 anos, da Escola Municipal Maria Júlia Amorim Soares, de Palmas. Em um jogo muito complicado, a equipe do professor Adriano Moraes enfrentou o time do Pará e acabou derrotado, ficando com a medalha de prata e a classificação para a etapa nacional dos Jogos Escolares da Juventude.

Medalha de bronze

Entre as cinco equipes que disputaram o bronze na etapa regional dos Jogos, a equipe do Colégio Dom Bosco, de Palmas enfrentou a boa equipe do Estado do Mato Grosso e venceu, garantindo, assim, uma medalha na competição.

JEJ 2018

Em 2018, os Jogos Escolares da Juventude sofreram uma mudança com relação aos anos anteriores. Até 2017, todas as equipes das modalidades coletivas que vencessem as finais estaduais dos Jogos Estudantis do Tocantins (Jets), se classificavam diretamente para a etapa nacional dos JEJ. A partir deste ano, contudo, o Comitê Olímpico do Brasil, organizador do evento, implementou uma etapa regional para as modalidades coletivas. Desde então, as equipes campeãs estaduais passam por uma fase regional antes de disputar os jogos nacionais.

Com 27 unidades federativas, o COB definiu três macrorregiões, cada uma com nove representantes. A primeira, com todos os estados do Nordeste, a segunda com todos os estados do Norte, mais Mato Grosso e o Distrito Federal e a terceira, com os outros estados do Centro-Oeste, mais os estados do Sul e do Sudeste. Os vencedores desta etapa se juntam aos atletas das modalidades individuais na etapa nacional que será realizada em Natal / RN, em novembro.