Conexão Tocantins - O Brasil que se encontra aqui é visto pelo mundo
Polí­cia

Foto: Divulgação/ SSP Carro da família foi encontrado queimado a 2km do local do crime Carro da família foi encontrado queimado a 2km do local do crime

A Polícia Civil trabalha com duas linhas de investigação no caso da morte de três pessoas de uma mesma família em Paraíso do Tocantins neste fim de semana, latrocínio e homicídio. Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), os corpos ainda estão no IML, que aguarda dos parentes das vítimas os dados odontológicos para que sejam feitas as devidas identificações.

A suspeita é de que Acácio Gonçalves de Souza, 70, sua esposa, Ivani Ribeiro dos Santos, 61, e o filho de Acácio, Márcio Gonçalves de Souza, 36, tenham sido mortos na chácara onde a família morava a cerca de 8 km de Paraíso. Pai e filho foram encontrados carbonizados dentro de um quarto da casa. Já Ivani foi encontrada caída no quintal com um corte no pescoço.

O crime com requintes de crueldade chocou a família e vizinhos das vítimas que, segundo relatos, eram pessoas tranquilas e sem inimigos conhecidos. O carro da família foi incendiado em um local a 2 quilômetros de onde ocorreu o crime. O veículo queimado foi encontrado por um vizinho que também viu a fumaça vindo da direção da casa e chamou a polícia.

Segundo a polícia, um botijão de gás encontrado no quarto onde os corpos foram encontrados podem ter sido usados para carbonizar as vítimas. A truculência da chacina faz a polícia acreditar ainda que o crime possa ter sido premeditado.

Segundo a SSP, novas informações serão repassadas em momento oportuno, visando garantir a eficiência das investigações. A secretaria pede ainda que qualquer pessoa que possa ter informações que ajudem a desvendar o crime ligue entre em contato pelo telefone (63) 9 92631333. A identidade do informante será mantida em sigilo.

Confira abaixo a nota da SSP.

A Polícia Civil do Tocantins, por meio da Delegacia Regional de Paraíso do Tocantins, informa que tão logo teve notícia de uma chacina ocorrida no município, que vitimou Acácio Gonçalves de Souza, 70, sua esposa, Ivani Ribeiro dos Santos, 61, e o filho de Acácio, Márcio Gonçalves de Souza, 36, iniciou as buscas para identificar os autores dos crimes. A família foi assassinada com requintes de crueldade, na chácara onde residiam.

Visando dar celeridade nos trabalhos de investigação, identificando os culpados, a Polícia Civil informa que mais esclarecimentos serão passados em momento oportuno.

Qualquer cidadão que tenha informações sobre o ocorrido, poderá entrar em contato através do telefone (63) 9 92631333, o qual também funciona no WhatsApp. O SIGILO É ABSOLUTO.

A Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP), por meio do Instituto Médico Legal (IML), informa que aguarda dos familiares os dados odontológicos das três vítimas de homicídio em Paraíso-TO para que sejam feitas as devidas identificações. Até este momento, os corpos permanecem na unidade do IML da Capital.