Conexão Tocantins - O Brasil que se encontra aqui é visto pelo mundo
Polí­cia

Foto: Divulgação

A Secretaria de Estado da Segurança Pública, através da Perícia Criminal, órgão ligado à Superintendência da Polícia Científica local, realizou uma série de cursos de capacitação de peritos oficiais, visando ao aperfeiçoamento dos trabalhos de análise pericial no combate a crimes específicos e complexos, como lavagem de dinheiro e adulteração em veículos pesados.

Em Palmas, o curso beneficiou diretamente membros da Seção de Contabilidade Forense, enquanto em Paraíso do Tocantins, o aperfeiçoamento é voltado a peritos oficiais que atuam em cidades dotadas de postos de atendimento da Polícia Rodoviária Federal.

Lavagem de dinheiro

Peritos da Seção de Contabilidade Forense do Instituto de Criminalística do Estado do Tocantins (IC) participaram de um curso interno sobre lavagem de dinheiro, nesta quinta-feira (18), na sede do Sindicato dos Peritos do Tocantins (Sindiperito), em Palmas. O curso foi ministrado pelo perito oficial Douglas Dantas Silveira, que recebeu treinamento, em Brasília, e atuou como multiplicador junto aos demais colegas.

A ação teve por objetivo capacitar sete profissionais da Seção, a fim de que os mesmos possam atuar diretamente no combate a essa modalidade criminosa, que vem aumentado, nos últimos anos, em todo o Brasil.

Com a capacitação, os participantes estão plenamente aptos a contribuir de forma mais efetiva com as investigações policiais, o que resultará em mais segurança à população de todas as regiões do Estado.

Adulteração em veículos a diesel

Nesta sexta e sábado (19 e 20 de outubro), peritos do Instituto de Criminalística de todo o Estado do Tocantins participam, em Paraíso do Tocantins, de um treinamento para análise pericial em veículos que possuem o sistema SCR (ARLA 32).

O treinamento é realizado em parceria com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e ministrado pelo perito oficial Marcelo Sabiá e agentes da PRF. O curso é direcionado a peritos das áreas de engenharia legal e meio ambiente, que atuam em núcleos, cujo município possua um posto da Polícia Rodoviária Federal.

O primeiro dia tem em sua programação aulas teóricas, com aulas práticas no sábado, no posto da PRF, em Paraíso, oportunidade em que os peritos capacitados poderão colocar em prática os ensinamentos recebidos. 

Conforme a diretora do Instituto de Criminalística, Neusiane Martins Parente Azevedo Parente, o treinamento tem como objetivo principal aperfeiçoar os peritos em locais de  atuação da PRF, para que possam combater com efetividade esse crime específico. "Por meio desse treinamento, pretendemos dar celeridade à produção da prova material com relação a esse tipo de fraude, que consiste na adulteração do sistema eletrônico de veículos a diesel, que são equipados com o sistema SCR, responsável por medir a quantidade do liquido catalisador injetado nos motores para evitar poluição e, consequentemente, danos ao meio ambiente”, ressaltou.