Conexão Tocantins - O Brasil que se encontra aqui é visto pelo mundo
Polí­tica

Foto: Verônica Veríssimo Carlos Gaguim recebe o presidente do CFO, Juliano do Vale, na Câmara Carlos Gaguim recebe o presidente do CFO, Juliano do Vale, na Câmara

O presidente do Conselho Federal de Odontologia (CFO), Juliano do Vale, se reuniu com o presidente da Frente Parlamentar da Odontologia no Congresso, Carlos Henrique Gaguim (DEM-TO) nesta quarta-feira, dia 24, em Brasília. Na pauta do encontro, os projetos relacionados à odontologia que estão em tramitação na Câmara dos Deputados e no Senado.

Foram discutidas estratégias e iniciativas para dar agilidade aos temas em discussão no Parlamento brasileiro que beneficiem os cirurgiões-dentistas brasileiros. “Há muitos projetos que tratam da odontologia e de cirurgiões-dentistas na Câmara e no Senado. Desde a criação da Frente Parlamentar, em novembro do ano passado, o CFO tem feito um acompanhamento sistemático dessas propostas. O nosso objetivo é dar celeridade a esses trâmites para que o cirurgião-dentista seja ainda mais valorizado e tenha as suas prerrogativas sejam respeitadas”, declarou Juliano do Vale. Uma das principais propostas é o   Projeto de Lei da Câmara (PLC) 34/2013, que torna obrigatória assistência odontológica em hospitais.

Conforme o presidente do CFO, o deputado Carlos Gaguim tem tido atuação relevante em nome da odontologia e dos cirurgiões-dentistas e a expectativa é que em 2019 o trabalho no Congresso seja fortalecido, com a união ainda maior do CFO com os conselhos regionais e o respaldo da Frente Parlamentar. “O deputado Gaguim não tem medido esforços para representar o nosso segmento no Congresso. Com sua articulação e disposição em atuar pela odontologia já avançamos em alguns projetos. A sua reeleição nos deixou satisfeitos e tranquilos, pois o compromisso com a odontologia foi ratificado”, declarou Juliano do Vale.

Já o deputado se comprometeu com o presidente do CFO em dar continuidade ao trabalho desenvolvido desde novembro do ano passado, quando a Frente Parlamentar foi criada com a adesão de 398 parlamentares, sendo uma das maiores do Congresso. “Vamos retomar os contatos com cada um dos parlamentares, reforçar o compromisso com aqueles que se reelegeram e obter a adesão dos que chegarão ao Congresso. A valorização da odontologia e consequentemente do cirurgião-dentista é, acima de tudo, o caminho para um atendimento de saúde pleno e eficaz em nosso país”, disse.