Conexão Tocantins - O Brasil que se encontra aqui é visto pelo mundo
Economia

Foto: Divulgação Fiscalização visa evitar fraudes nos preços Fiscalização visa evitar fraudes nos preços

Para evitar que o consumidor seja vítima de propaganda enganosa, o Procon Tocantins tem monitorado desde o dia 1º de novembro os preços nas lojas de Palmas. Ao todo estão sendo fiscalizados 220 produtos em 22 estabelecimentos na capital.

Eletrodomésticos, veículos, equipamentos de informáticas e peças de vestuários são alguns dos itens pesquisados para que, posteriormente, seja feita a comparação com as promoções que serão realizadas na Black Friday no próximo dia 23.

O superintendente do Procon, Walter Nunes Viana Junior, explicou que  ofertas enganosas durante a Black Friday estão entre as principais reclamações dos anos anteriores, neste período.

 “O Procon visa assegurar o direito do consumidor e evitar a maquiagem dos preços anunciados e por isso será feito a checagem se os descontos oferecidos são verdadeiros. Nos outros anos tivemos varias reclamações e os próprios consumidores apelidaram a campanha de black fraude”, ressaltou Walter.

O gerente de fiscalização, Magno Silva, informou que as equipes de fiscais do Procon/TO ficarão de plantão na sexta-feira, 23, para atender todas as demandas. “Caso sejam encontrados preços maiores que os praticados antes das ofertas anunciadas ou outras irregularidades, as empresas serão autuadas”, explicou Silva.

Os consumidores poderão denunciar falsos descontos, através do Disque Procon 151.