Conexão Tocantins - O Brasil que se encontra aqui é visto pelo mundo
Esporte

Foto: Sanderson Pereira

Foto: Sanderson Pereira

O segundo dia do 7º Rally Jalapão/Sertões Series a Especial (trecho cronometrado) foi em laço, com largada e chegada em São Félix do Tocantins. Apesar de mais curta (187 km), foi bem técnica com muitas erosões, sequência de lombas e areia pesada. Três motos e cinco UTVs da equipe Bianchini Rally completam a especial.

João Paulo Fornazari #19 (Honda CRF 450RX) fechou o dia em 4º na Moto 3 (2h34m44s) e é vice-líder da categoria no acumulado. Rodrigo Sallum #23 (Husqvarna FE450) em 5º na Moto 1 (2h44m01s) e está em 5º na categoria no acumulado. Luiz Fernando Nutti #16, o Acoxa, (Kawasaki eKLX 450R) ficou em 5º na Moto Over 45 (3h24m03s) e ocupa a 5ª colocação no acumulado da categoria. Já Cristiano Pressi #15 (Husqvarna FE450) teve problemas no motor e precisou abandonar a etapa e está em 9º no acumulado da Moto 3.

Nos UTVs, após duas etapas, Richard Fliter/André Munhoz #105 estão na vice-liderança na UT1. A dupla fechou em 4º na categoria e 9º na geral (2h19m01s). Gustavo Zanforlin/Marcos Panstein #135 terminaram em 7º na UT2 (2h20m49s) e subiram duas posições na classificação e estão em 7º na categoria. Marcos Finato/Guilherme Holanda #150 com o 3º lugar na UOV (2h29m41s) no dia, são vice-líderes da categoria no acumulado. Também na UOV Pedro Arna/George Araújo Filho #152 seguem em 6º no acumulado e concluíram a Especial em 6º na categoria (3h12m49). Devido ao problema no UTV no primeiro dia, Eduardo Teixeira/Túlio Taniguchi #159 não largaram para a segunda etapa e estão em 9º no acumulado na UOV.

Quem está fazendo um rali para se divertir e sem focar em resultados é o piloto Sylvio de Barros #160. Depois de acelerar nos UTVs (com Rafael Capoani) na primeira etapa, nesta quinta-feira, foi para categoria Motos, mas faltando aproximadamente 1 km para o final da Especial, a moto teve um problema mecânico e não completou. Para penúltima etapa volta a andar nos UTVs. Todos competem com Can-Am Maverick X3.

Nesta sexta-feira, 18, os competidores largam para penúltima etapa do rali, na Especial mais longa desta edição, com 298 km, ainda em São Félix e será laço também. Até sábado serão percorridos 1.423 km, sendo 909 de trechos cronometrados.

Depoimentos de alguns pilotos e navegadores sobre a 2ª etapa

João Paulo Fornazari (Pederneiras/SP): “Apesar do trajeto menor, o dia foi mais pesado que ontem, com muita ondulação, para mim que não estou acostumado com areia. Mas fiquei feliz com o resultado (2º no acumulado da MT3) e a cada dia melhorando.”

Rodrigo Sallum (Catanduva/SP): “A prova está com alto nível técnico, com muita dificuldade e bastante competitiva entre os pilotos. Consegui regular a moto melhor e andei muito bem na areia e na navegação, o que resultou em ganho de posições e isso foi positivo para o resultado no acumulado.”

Luiz Fernando Nutti (Acoxa)/SP – “A Especial foi fantástica, tudo o que o Jalapão tem estava na especial hoje. Mas devido ao regulamento, não pude abastecer e tive que andar no final a 40 km/60 km/h e perdi várias posições. Foi um dia para chegar e consegui completar.”

Marcos Finato (Barueri/SP): “Muito legal a Especial. A cada dia aprendo um pouco mais sobre os UTVs, tanto que andei mais rápido do que ontem. Mas tivemos um pneu furado, o que nos custou alguns minutos de prova. E amanhã teremos uma Especial mais longa e está sendo bem divertida essa minha estreia na categoria.”

Gustavo Zanforlin (Barueri/SP): “Essa 2ª etapa foi ótima, uma Especial sensacional com muitos caracóis (sequência de lombas). E, ainda, subimos seis posições na classificação do acumulado. Amanhã tem mais!”

André Munhoz, navegador de Richard Fliter (São Bento do Sul/SC): “A Especial foi sensacional, extremamente prazerosa e ainda temos dois dias. A navegação está muito legal, alguns pontos bem travados que exigem bastante atenção, mas a planilha está perfeita, bem desenhada e com a novidade de já vir pintada tem ajudado muito.”

A Bianchini Rally/Power Husky, com sede em Alphaville/Barueri, tem patrocínio da Rock, Army, Borilli Racing e apoio da Hupi, McDonald Pelz, O Mundo de Maria, Bull Sertões, Vedacit, XRally Team, Máfia do Rally e Petrolam.

Programação do 7º Rally Jalapão/Sertões Series

3ª Etapa: Sexta-feira, 18/06 – São Félix (TO) / São Félix (TO)
DI – 0,00 km/TE – 298,50 km/ DF – 0,00 km
TOTAL – 298,50 km
7h00 – Largada – Motos, Quadris e UTVs – Parque de Apoio
20h00 – Briefing CBM e CBA – Centro de Eventos de São Félix

4ª Etapa: Sábado, 19/06- São Félix (TO) / LEM (BA)
DI – 0,00 km/ TE – 212,44/ DF – 256,86 km
TOTAL – 469,93 km
6h00 – Largada – Motos, Quadris e UTVs – Parque de Apoio
15h00 – Premiação
Local – Vila Panambi, próximo de Mateiros/TO