Polí­tica

Foto: Clayton Cristus/ALTO

Foto: Clayton Cristus/ALTO

O Portal Diário do Centro do Mundo (DCM) revelou nesta quarta-feira, 1º de novembro, que a deputada estadual tocantinense Janad Valcari, do Partido Liberal (PL), faturou R$ 23,555 milhões de dinheiro público com a banda de piseiro Barões da Pisadinha. 

De acordo com o DCM, por meio das articulações políticas da parlamentar, os Barões da Pisadinha e sua "chefa" se transformaram no que pode ser considerada a primeira banda “Estatal Privada” do Brasil.

O montante faturado é correspondente ao período de maio de 2022 até o momento, período em que a deputada tocantinense teria assinado e faturado mais de 50 contratos de shows da banda com prefeituras pelo Brasil. Os contratos, como é informado pelo portal, sempre são feitos por meio de contratos públicos e com dispensa de licitação. 

Um exemplo é o da Prefeitura de Ipiranga de Goiás que contratou os Barões da Pisadinha para uma apresentação de 1h30, por R$ 385.000,00, em julho deste ano. Outros exemplos são: a Prefeitura de Gurupi que contratou a dupla em fevereiro deste ano por R$ 400.000,00 e Santa Rosa do Tocantins - município com população de pouco mais de 4 mil habitantes - por R$ 350.000,00 para a dupla em maio. No Tocantins cinco municípios contrataram a dupla em 2023. 

A banda Barões da Pisadinha é conhecida nacionalmente. Janad, como informa o DCM, é a proprietária da empresa Barões da Pisadinha Produção Musical Ltda.

Portal DCM ainda deixa um questionamento no ar, levando em consideração o patrimônio declarado pela parlamentar à Justiça Eleitoral em 2022: "se só com a dupla, Janad faturou mais de R$ 20 milhões em pouco mais de um ano, o que justificaria um patrimônio declarado que não chega aos R$ 4 milhões?". 

O DCM fez levantamento com base em documentos públicos das prefeituras contratantes. A matéria traz mais detalhes e o portal mostra a lista das prefeituras contratantes. 

Posicionamento da deputada Janad Valcari

Ao Conexão Tocantins, a deputada Janad Valcari disse que ser empresária não é crime, que a banda não tem cunho filantrópico e sempre comprovou a entrada de dinheiro de maneira transparente. "Ser empresária não é crime. Sou sim e, com muito orgulho, empresária dos "Barões da Pisadinha", atividade que iniciei muito antes de entrar na vida pública. A nossa banda não tem cunho filantrópico e sempre conseguimos comprovar a entrada de dinheiro de maneira transparente, o que nem todo mundo pode". 

Segundo Janad, nos últimos anos a banda fechou shows tanto paraLulistas quanto para Bolsonaristas. "Afinal, todo mundo merece se divertir", defende. De acordo com a deputada, todos os artistas do Brasil fazem show públicos, sem exceção e de forma transparente.

Janad Valcari ressalta ser empresária de visão empreendedora, que aprendeu com muito trabalho e estudo a ser uma gestora comprometida com o bom trabalho e que por isso teve a visão e a oportunidade de descobrir os Barões da Pisadinha antes de se tornarem uma das bandas de maior sucesso no Brasil. "Quero saber quem no Brasil, nos últimos anos, não quis ouvir, dançar ou chamar para um show na sua cidade os "Barões da Pisadinha"? De novo, ser empresária não é crime. Aliás, investir em um segmento em nosso país é um desafio de quem tem visão, coragem e força para empreender", complementou. (Matéria atualizada às 15h35min)

Confira aqui a reportagem na íntegra, no DCM.