Polí­cia

A Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira, 12, a “Operação Longo Alcance VIII”, com objetivo de aprofundar investigação relacionada ao cometimento do crime de posse, armazenamento de imagens de abuso sexual envolvendo criança ou adolescente.

Os policiais federais cumpriram mandado de busca e apreensão expedido pela 4ª Vara Federal de Palmas/TO, no município de Miracema, região central do Tocantins.

Caso os indícios sejam confirmados, o investigado poderá responder pelos crimes de possuir e armazenar cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente, conforme previsto no artigo 241-B, do Estatuto da Criança e do Adolescente, com pena que pode chegar a 4 anos de reclusão.

O nome da operação faz referência ao potencial de distribuição de material digital dessa natureza, além da provável consequência física e psicológica causada nas vítimas, desde sua infância ou juventude.