Conexão Tocantins - O Brasil que se encontra aqui é visto pelo mundo

Warning: file_put_contents(): Only 0 of 19 bytes written, possibly out of free disk space in /var/www/bug.conexaoto.com.br/app/controller/NoticiaController.php on line 23
Meio Ambiente

O Plano de Controle de Poluição Veicular (PCPV), publicado no diário oficial do governo do Estado na sexta-feira, 22, estabeleceu medidas para limitar a emissão de gases de efeito estufa na atmosfera. Dentre elas, a modernização e renovação da frota veicular, focada principalmente nos veículos fabricados a mais de 15 anos.

De acordo com a superintendente de meio ambiente e florestas da Secretaria do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Marli Santos, os veículos novos poluem menos devido as soluções tecnológicas fornecidas pelas fabricas para limitar a emissão de poluentes. Por isso o governo estuda formas para estimular a população a trocar seu veículo usado por um novo.

Outra medida será a implantação do programa de inspeção e manutenção dos veículos em uso. Santos explicou que o programa é para que os motoristas mantenham a revisão dos seus veículos em dia. “A revisão periódica do veículo faz com que o seu uso seja menos agressivo ao meio ambiente”, avaliou. Segundo a superintendente, com a implantação do programa, a licença anual dos veículos só será expedida após a aprovação da inspeção e manutenção do mesmo.

Qualidade do ar

O PCPV indicou as três cidades com o maior número de veículos no Tocantins. Primeiro vem Palmas, com uma frota de 110.128 veículos. Seguida por Araguaína, com 68.237, e Gurupi, com 37.109. São também essas três cidades, as escolhidas para receber um aparelho que irá monitorar a qualidade do ar.

Segundo Cristiane Peres, técnica da Semades e uma das responsáveis pelo PCPV, o monitoramento do ar fornecerá indicadores que serão usados para avaliar a aplicação do Plano do Tocantins. “Se constatarmos que a poluição atmosférica nessas cidades não diminuiu, iremos desenvolver outras ações até que a qualidade do ar seja satisfatória”, revelou.

Peres ressaltou que as medidas indicadas no PCPV devem entrar em vigor em 2012.

Números do PCPV

Fontes do Denatran, de fevereiro de 2011, apontam que o Tocantins possui uma das menores frotas veiculares do País, com 400.853 veículos, que corresponde a 1% da frota nacional. Destes, 50% são motociclos (ciclomotores, motonetas e motocicletas), 30% automóveis, 9% caminhonetes, 6% veículos pesados (caminhões, ônibus, microônibus), 3% reboque e semi reboque e 1% outros tipos (quadrociclos, trator).

As maiores frotas estão em Palmas, com 110.128 veículos. Em seguida vem Araguaína, com 68.237, Gurupi, com 37.109, Paraíso do Tocantins, com 18.525, Tocantinopolis, com 18.355 e Porto Nacional, com 16.028.

Do total da frota veicular do Tocantins, 40% corresponde a veículos com idade de até 5 anos. 26% tem entre 5 e 10 anos. 16% entre 10 e 15 anos e os 18% restantes são veículos fabricados a mais de 15 anos.

Combustíveis e poluentes

Em relação aos tipos de combustível, a gasolina sai na frente sendo utilizada por 68% do total da frota veicular do Tocantins. 17% dos veículos são tipo flex, que combinam álcool e gasolina. 12% correspondem aos veículos movidos a diesel e 3% os que consomem somente álcool.

Os principais poluentes são o monóxido de carbono, o dióxido de carbono, os óxidos de nitrogênio, óxidos de enxofre, materiais particulados e aldeídos. Sendo que o dióxido de carbono (CO2) é responsável por mais de 97% das emissões de gás de efeito estufa.

Considerando um cenário em que a poluição é a menor possível e considerando a frota e a quantidade de combustível consumido no Tocantins, a emissão de gases de efeito estufa jogados na atmosfera supera a 1milhão de toneladas por ano.

Fonte: Ascom Semades


Warning: Unknown: write failed: No space left on device (28) in Unknown on line 0

Warning: Unknown: Failed to write session data (files). Please verify that the current setting of session.save_path is correct (/var/lib/php/sessions) in Unknown on line 0