Educação

Foto: Elias Oliveira Olimpíadas de Matemática no Colégio São José Olimpíadas de Matemática no Colégio São José

As escolas registraram uma considerável participação de alunos na aplicação das provas da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep), que está sendo realizada em todo o País, nesta terça-feira, 5.

O estudante Pedro Felipe Feitosa, 16 anos, da 2ª série do ensino médio do Colégio Estadual São José, disse que a prova estava fácil. “Eram questões que davam para interpretar com facilidade”, contou. Já Elaine Cristina Gomes da Silva, 16 anos, aluna da 2ª série do ensino médio do Colégio São José, disse que a prova é uma forma de avaliar o conhecimento. “Em muitas questões exigiam raciocínio lógico e com temas que havíamos estudado no ano passado e nesse primeiro semestre. É uma prova que nos faz pensar como estamos nos preparando para as avalições como o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem)”, destacou. Elaine é uma das alunas que planeja cursar Medicina em faculdades públicas, por isso, ela está intensificando o ritmo de estudos.

O estudante Abraão Eliezer Siqueira Maranhão, 18 anos, aluno da Escola Estadual Frederico Pedreira, considerou que a prova estava bem elaborada. “Uma avaliação que nos permite usar o raciocínio lógico e se fizermos os cálculos certos, teremos a chance de sucesso. São questões claras, que identificamos rápido o que se pede”, ressaltou.

No Colégio São José, a responsável pela aplicação da prova, Marilucia Benedita Cardoso, coordenadora pedagógica, também falou da importância da prova para despertar no estudante mais responsabilidade pelos estudos. “Com esse tipo de prova, os estudantes passam a ter uma experiência maior com as avaliações externas. Eles percebem os objetivos e a dimensão da prova e representa uma forma de avaliar o conhecimento em Matemática”, explicou.

O professor de Matemática, Raimundo Santana Bastos, da Escola Estadual Frederico Pedreira, destacou a chance que a Obmep oportuniza para o aluno aprimorar seu conhecimento. “Aproveito as aulas para incentivar os estudantes para que aproveitem as oportunidades que a escola oferece como as olimpíadas. Na Escola Frederico Pedreira, dispomos de muitos materiais que ajudam no ensino e na aprendizagem, como um telescópio de alta resolução, também produzimos um trigonômetro circular visando ampliar o conhecimento em Matemática. Quanto à prova da Obmep, orientamos os alunos para ler a prova com atenção para depois responder às questões”, esclareceu.

Conforme o desempenho nas provas, os alunos serão selecionados para participarem da 2ª fase da Obmep, que está marcada para acontecer no dia 15 de setembro.

Primeira prova

A prova da 1ª fase da Obmep é composta por 20 questões de múltipla escolha, de caráter eliminatório.  As questões da prova foram elaboradas tendo como referência os Parâmetros Curriculares Nacionais.

Realização

A Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas é uma realização do Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (Impa), com apoio da Sociedade Brasileira de Matemática (SBM), promovida com recursos do Ministério da Educação e do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC). (Ascom Seduc)