Estado

Foto: Governo do Tocantins As obras de ampliação do Hospital Geral de Palmas (HGP) foram iniciadas ainda no mês de setembro de 2013 As obras de ampliação do Hospital Geral de Palmas (HGP) foram iniciadas ainda no mês de setembro de 2013

A Defensoria Pública do Estado do Tocantins (DPE-TO), por intermédio do Núcleo Especializado de Defesa da Saúde (Nusa), oficiou o Governo do Estado, através da Secretaria Estadual de Saúde a prestar informações sobre o motivo da paralisação das obras de ampliação do Hospital Geral de Palmas (HGP).

Conforme o Nusa, a construtora responsável pela ampliação do HGP encaminhou expediente à Defensoria, informando que a obra encontra-se paralisada, em virtude do atraso no pagamento, previsto para 31/03/2018.

O ofício é assinado pelo defensor público Arthur Luiz Pádua Marques, coordenador do Nusa, destinado ao secretário estadual de Saúde, Renato Jayme. Ele questiona, “Qual o motivo da paralisação da obra?”, “Qual prazo estabelecido para realizar o pagamento das medições atrasadas?” e “Quando as obras serão reiniciadas?”. Foi estipulado o prazo de dez dias para respostas.

Ampliação

As obras de ampliação do Hospital Geral de Palmas (HGP) foram iniciadas ainda no mês de setembro de 2013, com o objetivo de ampliar o atendimento e dobrar o número de leitos. A previsão, na época, era de que as obras fossem entregues nos primeiros meses do ano de 2015. Neste período, foram montadas tendas anexas com cerca de 100 leitos e, em agosto de 2017, foram desfeitas para inaugurar parte da obra, que até o momento não foi concluída completamente. Ao todo, a obra é orçada em R$ 84,6 milhões.