Polí­tica

Foto: Divulgação

Seguindo os passos do Partido Verde no Brasil, a direção do PV no Tocantins oficializou durante convenção do partido na manhã deste domingo o apoio ao candidato Marlon Reis, do Rede Sustentabilidade. A dobradinha é a mesma feita pela candidata Marina Silva, do Sustentabilidade e Eduardo Jorge, PV, como candidato a vice-presidente da República na chapa de Marina Silva.

A convenção em Palmas contou com a presença dos filiadas do PV e oficializou também os nomes que irão disputar cargos na Assembleia Legislativa e Câmara Federal. 

A ex vice-governadora e presidente estadual do PV, Claudia Lelis é um dos nomes do partido que busca uma vaga na assembleia e durante a convenção fez questão de afirmar que irá fazer uma campanha propositiva. 

“Quero juntamente com todos os candidatos do PV levar ao eleitor tocantinense propostas para solução imediata de seus anseios, quero e irei priorizar a educação, saúde e emprego”, destacou Claudia que defende que o legado construído pelo ex deputado Marcelo Lélis precisa ser resgatado, “ é possível sim fazer mais com menos como o Marcelo Lélis sempre fez”, reforçou a candidata Cláudia Lélis.

Também oficializaram seus nomes na convenção do partido cerca de 11  candidatos. O PV indicou 7 candidatos para vagas na Assembleia Legislativa sendo eles: a ex-vice-governadora, Cláudia Lélis; o ex-presidente da Associação Tocantinense de Municípios e ex-prefeito de Brasilândia, João Emídio; o vereador de Porto Nacional, Djalma Araújo, o ex-presidente do Ruraltins, Pedro dias; o ex-secretário de Governo, Cenourão; o empresário, Isaam Saado e Cauby Pescador. 

Para o cargo de deputado federal o partido indicou o pastor e estudante de direito,  Antônio Bandeira, o ex secretário de administração , Jefferson Barros e o pastor Irmão Elmir.