Economia

Foto: Divulgação Presidente do Banco BEM, Messias de Araújo e presidente do Detran, Colemar Câmara Presidente do Banco BEM, Messias de Araújo e presidente do Detran, Colemar Câmara

Uma parceria entre o Departamento de Trânsito do Tocantins (Detran/TO) e o Banco do Empreendedor do Tocantins (Banco BEM) possibilitará o financiamento da primeira CNH, assim como, a mudança de categoria para àqueles que necessitam desta para trabalhar.

O financiamento poderá ser no valor de mil a três mil reais, com parcelas máximas de 18 meses, sendo até seis meses de carência. A taxa de juros cobrada será a mais baixa, sendo 1% ao mês e 12% de juros ao ano.

“O objetivo do Governo do Tocantins com esta ação é estimular a geração de emprego e renda do trabalhador, facilitando a retirada da primeira habilitação, com os menores juros de mercado e disponibilizando um grande prazo” afirmou o presidente do Banco BEM, Messias de Araújo, esclarecendo que para ter acesso a este financiamento, o interessado precisa apresentar documentação que comprove a necessidade da CNH para o exercício da profissão, ou seja, um contrato de trabalho ou a autorização para ingressar no mesmo.

Em coro com Messias de Araújo, o presidente do Detran/TO, Colemar Câmara, alegou que a parceria visa ajudar àqueles usuários que precisam emitir a sua habilitação, porém não possuem condições devido ao alto valor. “O valor da habilitação está acima do orçamento de muitos cidadãos, com essa ação buscamos dar acessibilidade para que todo tocantinense possa conquistar este documento tão importante”, afirmou Colemar.

A orientação do Detran e do Banco Bem  é que o usuário procure o Centro de Formação de Condutores - CFC ou Autoescola de sua preferência, observando sobre os melhores preços de mercado praticados. O valor do financiamento será repassado integralmente ao CFC ou Autoescola pelo Banco Bem.

Dúvidas podem ser sanadas também diretamente no Banco do Empreendedor, localizado na Quadra 401 Sul, Av. Joaquim Teotônio Segurado - s/n, LT 5,  em Palmas – TO, das 8h às 14h, ou nas unidades do “É Pra Já” de Araguaína e Gurupi.