Conexão Tocantins - O Brasil que se encontra aqui é visto pelo mundo
Estado

Hospital Infantil de Palmas será desativado; atendimentos serão transferidos para ala pediátrica do HGP

Hospital Infantil de Palmas será desativado; atendimentos serão transferidos para ala pediátrica do HGP Foto: Luciano Ribeiro/Governo do Tocantins

Foto: Luciano Ribeiro/Governo do Tocantins Hospital Infantil de Palmas será desativado; atendimentos serão transferidos para ala pediátrica do HGP Hospital Infantil de Palmas será desativado; atendimentos serão transferidos para ala pediátrica do HGP

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) informou que a transferência de pacientes do Hospital Infantil de Palmas (HIP) para a ala pediátrica do Hospital Geral de Palmas (HGP) deverá ser concluída até o dia 31 de maio. Após isso, o HIP será desativado e o prédio onde atualmente funciona devolvido ao locatário. A economia estimada pela SES com aluguel é de mais de R$ 100 mil.

A secretaria garantiu que não há risco de contaminação por covid-19 às crianças transferidas, uma vez que a ala pediátrica é separada do restante da estrutura do HGP, com acesso próprio, sem contato direto com a unidade hospitalar. “Todas as unidades hospitalares administradas pela SES, seguem rigorosamente os protocolos de prevenção à Covid-19.”, afirmou a pasta em nota.

Também serão transferidos o setor administrativo do HIP e os servidores da unidade. Alguns profissionais serão alocados na própria ala pediátrica, outros serão removidos para o HGP. A SES informou que está avaliando a distribuição dos profissionais conforme a necessidade da ala pediátrica.

Obra

Segundo a Secretaria de Saúde, a ala pediátrica construída no HGP vai dobrar a capacidade de leitos clínicos e oferecer 20 leitos de UTI infantil, além de pronto socorro. “A nova estrutura foi planejada para o atendimento ao público infantil, com todos os ambientes adequados para o recebimento das crianças, ofertando assim, um atendimento humanizado”.

A ala foi financiada pelo Instituto Tocantinense Presidente Antônio Carlos (ITPAC), para quitar débitos em aberto com o Governo do Tocantins. A SES afirmou que o custo da obra para o estado foi zero.

A gestão também esclareceu que as informações que estão sendo repassadas acerca da construção da ala pediátrica do HGP em redes sociais são fake News. “A SES enfatiza que a mudança será positiva para o atendimento de todas as crianças, que necessitam do Sistema Único de Saúde(SUS)”, finalizou.