Polí­tica

Foto: Divulgação

Medebista histórico, médico, deputado estadual, ex-presidente da Assembleia Legislativa e prefeito de Miranorte duas vezes, Abrão Costa confirmou, na manhã desta terça-feira, 23 de agosto, o respaldo político total ao candidato a governador Ronaldo Dimas (PL-MDB-Podemos). Abrão Costa justificou o apoio destacando as qualidades de Dimas e elogiando o trabalho de transformação feito nas duas gestões do candidato à frente da Prefeitura de Araguaína (2013-2020).

Além disso, Abrão Costa defendeu a necessidade de o Estado ter um gestor qualificado como Dimas para mudar a realidade da saúde pública no Estado e também dar a atenção necessária para os servidores públicos. “Ter um hospital regional é importante, mas sem as condições adequadas de funcionar, perde sua finalidade. Já me coloco à disposição para conversar com a classe médica, pois temos que ouvir quem está no dia-a-dia”, destacou Abrão Costa. Segundo ele, o Estado precisa fortalecer os hospitais regionais, bem como ajudar as redes municipais.

Além de Abrão Costa, todo o seu grupo político de Miranorte confirmou o apoio a Ronaldo Dimas. O encontro aconteceu na casa do candidato, em Palmas, e contou com a presença dos seguintes líderes medebistas: Antônio Cezário de Oliveira, Jodair Alvers Mota, vereadora Núbia Macena, Jader Mendes, José Jardim, Thiago Eduardo, Saulo, Robson da Silva, vereador Neurivan Carneiro, vereador Bruno Lustosa, Flávio Correa,  Abrão Júnior e Jairo Jardim.

“Todas essas pessoas estão junto com você. Nós sabemos da sua capacidade e do que o senhor pode fazer”, destacou Abrão Costa.

A reunião também contou com as presenças do presidente estadual do MDB, o ex-governador Marcelo Miranda, e do candidato a vice-governador de Dimas, Freire Júnior (MDB).

Ao agradecer o apoio, considerado muito importante pelo candidato, Dimas falou um pouco dos seus planos para o Estado e como que o governo pode trabalhar para contribuir com os municípios. O candidato defendeu a necessidade de formação de mão de obra no Tocantins, pois a tecnologia vem gerando milhares de novos empregos e, infelizmente, o Estado não vem qualificando a mão de obra. “Estamos em um momento onde a qualificação é fundamental para aproveitar as melhores oportunidades”, ressaltou Dimas.