Conexão Tocantins - O Brasil que se encontra aqui é visto pelo mundo
Estado

Foto: Divulgação

O governador Marcelo Miranda está reunido com os secretários do Estado na manhã desta terça-feira, 25, para definir ações emergenciais que visem economia na máquina pública estadual. Entre as ações, o governo deve decidir junto com os secretários o percentual de corte de comissionados. 

O Governo do Tocantins passa por momentos difíceis. Os servidores públicos do Estado estão em greve desde o dia 9 de agosto, sem previsão de término, por falta de pagamento da data-base. Em nota encaminhada à imprensa nessa segunda-feira, 24, o governo esclareceu que já informou ao Movimento de União do Servidores Públicos Civis e Militares do Tocantins (Musme), via ofício, que descarta qualquer possibilidade de alterar as propostas feitas para o pagamento da data-base e que, em razão da crise financeira, não tem condições de alterar a proposta e conta com o bom senso dos servidores e aguarda o restabelecimento pleno e funcionamento dos serviços públicos do Estado.

A proposta feita aos servidores pelo Governo do Estado foi de pagar a data-base da categoria a partir de janeiro de 2017.

Mais tarde deve ser divulgado o resultado da reunião com o secretariado.