Polí­tica

Foto: Divulgação Avelar, que tem um histórico de atuação pelo Ministério Público Federal Avelar, que tem um histórico de atuação pelo Ministério Público Federal

O Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) se reunirá em convenção neste sábado, 21, para confirmar a candidatura do procurador Mário Lúcio de Avelar como candidato ao governo do Tocantins nas eleições suplementares do próximo dia 3 de junho.

“Enfrentar os poderosos em todas as frentes, nos movimentos e em torno de uma candidatura que expresse um programa democrático e popular, como a de Mário Lúcio de Avelar, é a melhor forma de mudar para valer a realidade do Tocantins”, afirma o deputado federal Ivan Valente (PSOL-SP), que esteve várias vezes entre os mais votados na categoria “melhores deputados” do Prêmio Congresso em Foco. “Essa Convenção do PSOL estadual é uma etapa imprescindível na construção desse novo capítulo na história de luta da população do Estado”.

Avelar, que tem um histórico de atuação pelo Ministério Público Federal no Estado, concorre ao cargo pela primeira vez. “É a possibilidade de desbancar os políticos e os partidos tradicionais e de construir um governo para a maioria da população”, afirma o candidato, que defende uma gestão pública participativa e transparente, em diálogo com todos os segmentos da sociedade tocantinense.

“Nossa convenção será muito importante para confirmar o candidato e para discutir o programa, reforçando os laços com filiadas e filiados. É o pontapé do trabalho efetivo para as eleições”, diz Edgar Gomes, presidente estadual do PSOL. “É um importante momento de renovação, tanto do próprio partido, como a construção de um novo projeto, representado por um novo candidato”.