Cultura

Foto: Emerson Silva Caminhão carregado para a Fenearte Caminhão carregado para a Fenearte

O artesanato tocantinense estará presente na 19ª Feira Nacional de Negócios do Artesanato (Fenearte). O evento será realizado entre os dias 4 e 15 de julho de 2018, no Centro de Convenções de Pernambuco, em Olinda. Responsável pelo transporte das peças, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Turismo e Cultura (Seden), já colocou seu caminhão na estrada, enquanto artesãos e equipe técnica da pasta seguem viagem para Pernambuco.

A seleção de artesãos e associações participantes ocorreu por meio de edital. Foram selecionados produtores de peças em capim dourado, madeira, cerâmica, couro, fibras, sementes, cascas, flores, folhas do cerrado, buriti, babaçu, cristais e outras matérias-primas.

Por meio do edital, participam da feira os artesãos: Durvalina Ribeiro (jarros, cestas e colares de capim dourado e seda do buriti), de Palmas; Marcio Bello (miniaturas em casca de cajazeira, instrumentos musicais em madeira, cerâmica e pele de animal, gravuras, esculturas étnicas em cerâmica), de Porto Nacional; Elisângela Ribeiro Amâncio (biojóias em madeiras, sementes e fibras, mensageiros do vento, pastilhas de coco babaçu), de Xambiá; Iracy da Silva Miranda (biojóias em capim dourado), de Palmas; Lúcia de Carvalho Gomes (biojóias e assessórios em capim dourado e seda do buriti), de Palmas; Guilherme Augusto dos Santos (bonecos de jatobá, bucha vegetal, e cabaça, quadros e porta chaves com talos de buriti), de Palmas; Josias de Sousa Menezes (móveis e utensílios domésticos em madeira), de Gurupi. Também foi selecionada a Associação Dianopolina de Artesãos – ADA, com biojóias, carteiras e utensílios em capim dourado e jarros de cerâmica.

Parceiro da Seden na iniciativa, o Sebrae também leva artesanato de mais três entidades. O transporte também é feito pela Seden.

Considerada a maior feira de artesanato da América Latina, a Fenearte tem como objetivo valorizar e difundir os saberes tradicionais, estimular o potencial de crescimento dos artesãos e artesãs, funcionando como importante elemento estruturador da Cadeia Produtiva do artesanato local.

Nesta edição, o público poderá conferir o Fenearte Sustentável. Espaço Interferência Janete Costa, Espaço Sebrae de Artesanato, Alameda dos Mestres, Salão de Arte Popular Ana Holanda, Salão de Arte Popular Religiosa de Pernambuco, Galeria de Reciclados, Espaço Infantil, Oficinas de Artesanato, Desfiles de Moda, Rodadas de Negócios, Praça de Alimentação, Apresentações Culturais, Food Park e Food Bike